Design sem nome (4)

Viver no mar: Servidor público da Câmara de Anchieta troca casa por veleiro

Um servidor público da Câmara Municipal de Anchieta surpreendeu ao abandonar sua residência convencional para estabelecer moradia em um veleiro. Capitão André, como é conhecido, há oito meses transformou o veleiro ancorado no Rio Benevente, em Anchieta, Litoral do Espírito Santo, em seu lar.

Em uma recente reportagem da TV Guarapari, Capitão André descreveu essa nova forma de vida minimalista. André narra seu veleiro como um “motorhome-sailor”, adaptado meticulosamente para proporcionar conforto e autonomia. “Para transformar este barco de corrida em uma residência, foi necessário aumentar a casaria, instalar placas de energia solar e adaptar sistemas de bateria”, explica.

Essas modificações não foram apenas uma necessidade, mas a realização de um sonho antigo. Morar no veleiro, segundo André, facilita a exploração de novos lugares, levando sua casa consigo. “Estou em contato constante com o mar, conectado à natureza, navegando e tendo a oportunidade de conhecer diferentes cidades, estados e culturas”, compartilha ele.

O estilo de vida de André desperta curiosidade, mas para ele, viver a bordo não é apenas uma escolha, mas uma fonte contínua de aprendizado e inspiração. “Todo dia é uma nova experiência. Estar sujeito às mudanças climáticas me ensina lições únicas”, reflete André. Essa jornada, conclui, tem sido não apenas agradável, mas profundamente enriquecedora.

Em resumo, André prova que viver em um veleiro não é apenas uma mudança de moradia, mas uma decisão que transforma o cotidiano em uma aventura constante, repleta de descobertas e aprendizados.

(DA REDAÇÃO \\ Gut Gutemberg)

(INF.\FONTE: Fabiano Peixoto \\ Capixaba News)

(FT.\CRÉD.: Internet \\ Divulgação)