mf

Marechal Floriano: Tradição e solidariedade marcam inauguração da Vila da Páscoa em Araguaya

No coração de Araguaya, distrito de Marechal Floriano, a tradição renasce com a inauguração da Vila da Páscoa neste mês de março. Em meio à celebração da data, este ano ganha contornos especiais. Com um prazo curto, mas repleto de carinho e dedicação, moradores e representantes locais uniram forças para decorar a vila, que ficará enfeitada para a população até o dia 06 de abril.

Sob os olhares curiosos e admirados de crianças e adultos, a vila traz magia e encanto para celebrar a ressurreição de Cristo para a fé cristã. A cerimônia de inauguração revelou desde os grandes ovos coloridos, aos coelhos e símbolos cristãos, para criar a atmosfera de alegria e renovação para os moradores.

O Domingo de Páscoa, no dia 31 de março, promete ser um dia repleto de atividades para toda a família. Após a missa de celebração, as crianças poderão participar de uma tradicional caça aos ovos, uma tradição querida pela comunidade local.

O presidente da Associação Pró-Melhoramentos de Araguaya (Sociproma), Ademir Dadalto, relata que esta tradição de anos acontece especialmente com a participação da população durante todo o processo. Para ele, é essa união de esforços que possibilita a realização de um evento tão significativo. “Não é apenas uma data no calendário, é um evento que une fé, tradição e alegria, e envolve toda a comunidade em um espírito de amor e solidariedade”, disse Dadalto.

A vila, conhecida como um pedacinho da Itália em terras capixabas, não deixa de trazer sua cultura para a festa. Ademir destaca que a Páscoa na região sempre tem um diferencial único, a mistura da cultura italiana com a brasileira, o coração da vila.

Atrair visitantes e turistas para compartilhar desse momento de fé e alegria tornou-se uma meta fundamental para a população. Para isso, este ano a festa contou com apoio do Circuito pelos Trilhos de Araguaya, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, do comércio local, de pessoas autônomas e da Associação de Moradores da vila.

O coordenador festivo do evento, Marcos Aurélio Santos, comemorou a entrega da vila. Para ele, o sentimento é de dever cumprido. Ele destaca que cada detalhe foi garantido para que tudo estivesse perfeito para receber os visitantes. “É um momento de diversão e confraternização, onde os pequenos podem desfrutar da magia da Páscoa enquanto celebram a ressurreição de Cristo”, disse Marcos.

(DA REDAÇÃO \\ Gut Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Bruno Caetano)

(FT.\CRÉD.: Internet \\ Divulgação)