Img 2023 M 05 MAI d 19 - GovES SEDES

Incentivos do Governo do Estado favorecem investimentos de mais de R$ 17 milhões em Colatina

O vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço, esteve, nessa quinta-feira (18), em Colatina, onde participou de anúncios de investimentos privados nas empresas Café Meridiano e Cia do Jeans Indústria, Comércio e Importação, que farão a ampliação e a modernização das próprias unidades industrias viabilizadas com o apoio do Governo do Estado, por meio do Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES), da Secretaria de Desenvolvimento (SEDES).

Os investimentos a serem feitos pelos empreendedores somam quase R$ 17 milhões e vão possibilitar a criação de 200 empregos na cidade de Colatina.

Na empresa Café Meridiano, o projeto é a implantação de uma unidade industrial de produção de achocolatado, bebida láctea, café com leite, chocolate com leite, coador de algodão, capuccino e café solúvel.

“O Invest-ES é um instrumento de desenvolvimento, que apoia nossos empreendedores para que possam desenvolver toda a sua capacidade e todo o seu potencial. O Café Meridiano é um exemplo da conciliação da capacidade empreendedora, com a boa política pública colocando de pé uma fábrica que é um orgulho para todos nós capixabas. É também uma marca que vem lá dos anos 1960, que hoje gera 200 empregos e vai gerar ainda mais, aqui em Colatina”, destacou Ricardo Ferraço.

Atualmente, a marca Meridiano atua nos estados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Bahia e Minas Gerais. “A empresa dá vazão a uma tradição capixaba que é produzir, processar e industrializar café, ofertando o que há de melhor para os capixabas”, completou o vice-governador.

O diretor do Café Meridiano, Cleverson Pancieri, salientou que a empresa, tradicional no ramo de café torrado e moído, está estabelecida há quase 50 anos. “Em 2021, sentimos a necessidade de modernização e ampliação da linha de produção e, consequentemente, do mercado consumidor. Decidimos abrir uma nova filial da empresa, que ficaria responsável por produzir achocolatados, cappuccinos e saches de misturas prontas para bebidas, como chocolate com leite, café com leite e bebida láctea”, destacou.

Segundo Pancieri, para continuar com os produtos chegando aos parceiros, com preços competitivos e sendo viável a sua produção, a empresa então expandiu o mercado consumidor e buscou apoio no Estado, por meio do Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo.

“No Invest-ES, a carga tributária reduzida nas saídas, somado ao diferimento do ICMS na aquisição da matéria-prima, contribui para um preço final mais competitivo e um volume maior em nossas vendas. Com o aumento da produção, aumenta o consumo da matéria-prima, o que favorece também nossos parceiros fornecedores”, completou Pancieri.

Já na empresa Cia do Jeans, a mesma modalidade de incentivo do Governo do Estado será para modernização e ampliação da capacidade produtiva da planta industrial de fabricação de peças de vestuários em geral. A empresa já emprega 1.800 trabalhadores no Estado, nos municípios de Colatina, Marilândia e São Gabriel da Palha.

 

Ricardo Ferraço ressaltou que o polo de confecções de Colatina é uma referência não somente no Estado, mas no cenário nacional. “Quando assistimos um investimento como este, temos a certeza de que estamos na direção certa, fortalecendo o polo de confecções de Colatina, que é um grande gerador de oportunidades para o Estado”, destacou.

“Quando os empreendedores olham para o Estado, para a organização, a estabilidade em suas instituições e a capacidade de investimento, por sermos um estado que trabalha com segurança jurídica e à luz de nossas vocações, eles fazem estes tipos de investimentos que são geradores de emprego e renda”, completou o vice-governador.

O Ceo da Cia do Jeans, Fernando Abras, ressaltou que o Invest-ES é fundamental e torna a empresa muito mais competitiva, num mercado que é disputado e ainda concorre com a informalidade presente em outras regiões do País. “Com esse benefício, decidimos nos estabelecer definitivamente no Estado, construindo a sede da empresa em Colatina, que está em andamento, e contará com uma área construída de 9 mil metros quadrados num terreno de 20 mil metros”, frisou.

Com a construção da nova sede, o investimento em obra e instalações passará de R$ 12 milhões e de R$ 4 milhões em maquinário de produção. A expectativa é de ampliar em 66 vagas de trabalho e mais 140 indiretos.

Após as visitas realizadas nas empresas, o vice-governador Ricardo Ferraço participou do encontro promovido pela Associação Empresarial de Colatina e Região (ASSEDIC). Ele apresentou os investimentos que estão sendo realizados pelo Governo do Estado e as perspectivas de desenvolvimento para o município de Colatina e as cidades vizinhas.

O Invest-ES

O Invest-ES é instrumento de política pública eficaz, que tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos, a implantação e a utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes, além da renovação tecnológica das estruturas produtivas, otimização da atividade de importação de mercadorias e bens, e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais.

(DA REDAÇÃO \\ Guth Gutemberg)

(INF.\FONTE: AssCom SEDES \\ Gabriela Galvão \ Léo Júnior)

(FT.\CRÉD.: AssCom Vice-govES \\  Douglas Bonella)